quinta-feira, 20 de abril de 2017

Goleiro Bruno: Libertade Contestada!

Foto: Boa Esporte
Existem absurdos no Brasil. Muitos deles nos faz acreditar em inversão de valores. Aqui, em alguns casos, o crime parece compensar. Dois casos recentes: Ter dado privilegio de prisão domiciliar a ladra e ex-primeira dama do Rio de Janeiro,  Adriana Ancelmo; e ter dado liberdade ao goleiro Bruno preso em 2010, condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte e ocultação de cadáver da ex-amante Eliza Samúdio, cumprindo somente seis anos e sete meses da pena. Mas o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já pediu  ao STF revogação da decisão que o libertou. O jogador, que atualmente defende o Boa Esporte, está solto desde fevereiro por conta da liminar. (Clique na foto).
 Foto: Boa Esporte

Nenhum comentário :

Postar um comentário