sexta-feira, 31 de março de 2017

Agricultor Consciente: Na Floresta Amazônica!

Foto: Arison Jardim / SecomACA floresta Amazônica é considerada uma das mais importantes florestas tropicais do mundo. Tudo que ela produz é aproveitado de forma eficiente. Um bom exemplo vem do agricultor Dimas Ferreira, que apresenta um novo modelo de produção. De forma simples e com muito trabalho, ele ensina um meio de levar a vida. Apaixonado pela natureza, vive com sua mulher e alguns dos seis filhos na Floresta Amazônica, mais precisamente na Reserva Extrativista (Resex) Chico Mendes, em Brasileia, na Colocação Canto dos Caboclos II. Há 24 anos, Dimas tem transformado os cem hectares de sua propriedade em uma unidade altamente produtiva e sustentável. A diversificação de suas atividades agrícolas é um dos seus princípios, aliada, ainda à consciência ambiental e social. O trabalho é resultado dos anos de experiência tanto na época de seringueiro, ao lado do pai e outros companheiros, quanto na luta sindical na região do Alto Acre. Assim que chegou à sua terra e construiu a primeira casa, Dimas começou a criar um sistema agroflorestal, consórcio de diversas espécies de árvores, em um espaço de dez hectares. Plantou ali todos os tipos conseguiu: seringueira, jatobá, patoá, açaí, cupuaçu, pupunha, mogno e cumaru-ferro, entre outras. “Um grupo de pesquisadores que estudou esta área me disse que plantei 48 espécies de árvores”, afirma. Depois do quebra-jejum reforçado, com tapioca, farofa e mamão, tudo da propriedade e preparado com muito zelo por Maria Ferreira, a esposa, Dimas e o neto vão aos roçados colher mandioca para o preparo de goma. Ao arrancar quatro covas com grandes raízes, o produtor explica, com um sorriso no rosto, o motivo da fartura: “Você pode ver a prova: utilizar a mucuna [espécie de planta que recupera o solo] dá certo”. Desde 2000, Dimas vem utilizando tanto a mucuna como a puerária para recuperar o solo de seus roçados, deixando assim de praticar a queimada anualmente.  (Clique na foto).
Fonte: Notícias do Acre- Fotos: Arison Jardim / SecomAC- Pedro Devani / SecomAC

Nenhum comentário :

Postar um comentário