quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Hiperfoto-Salvador: Na Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia!

Uma verdadeira obra de arte do fotógrafo francês Jean-François Rauzier, de 64 anos, e que trabalha apenas com fotografias e seus painéis chegam a reunir centenas de fotos em uma única imagem, através de colagens feitas em computador. Em Salvador, o artista clicou cerca de 10 mil fotos por dia durante uma semana, em novembro do ano passado. Ou seja: um montante de quase 70 mil fotos que foi aproveitado por completo. O resultado pode ser visto em 19 imagens inéditas que compõem a exposição gratuita Hiperfoto-Salvador, na Capela do Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM). Os painéis variam entre um e três metros e incluem seis obras que foram expostas em Brasília e no Rio de Janeiro, além das fotos de Salvador, que estão em cartaz de terça a domingo, das 13h às 18h, até 29 de janeiro. Uma das suas obras batizada de Cidade Baixa registra os casarões antigos e insere os orixás do Dique do Tororó.
"Normalmente, tento mostrar em uma imagem toda a cidade. Mas em Salvador existia tanto contraste entre o Pelourinho e a Cidade Baixa que eu fiz duas imagens. Não quis juntar as duas porque é interessante ver esse patrimônio. É um testemunho da decadência, mas também adoro. Acho muito artístico e tento fazer o mais bonito que posso”, conta o fotógrafo Jean-François. Vale a pena prestigiá-lo. (Clique na foto).
Fonte-Coreio-Foto: Jean-François Rauzier/Divulgação

Nenhum comentário :

Postar um comentário