segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Barragem do Fundão: Um Ano Sem Indenização!

Foto: Roberto Franco/ UFMG (18/10/2016)Foto: Roberto Franco/ UFMG (19/10/2016)Foto: Roberto Franco/ UFMG (18/10/2016)Foto: Roberto Franco/ UFMG (18/10/2016)Foto: Roberto Franco/ UFMG (18/10/2016)Foto: Léo Rodrigues/ Agência BrasilFoto: Léo Rodrigues/ Agência BrasilDesastres naturais acontecem em todas as partes do mundo deixando vitimas fatais e milhares em situação de vulnerabilidade. Estas ficam na dependência da solidariedade e também do poder público. Há indignação pela falta de uma política de prevenção. Mas quando os desastres são provocados pela descaso do homem, a revolta é muito maior. É o que está acontecendo com os moradores de Bento Rodrigues, Paracatu e Gesteira, distritos de Mariana (MG) que foram devastados pela lama de rejeitos que se espalhou quando se rompeu a barragem de Fundão. Toda essa gente se sente revoltada com o descaso e desrespeito com suas vidas e suas histórias que se acabaram em poucos segundos. Há um ano da tragédia ambiental, considerada a maior do país, eles ainda não sabem quando serão indenizados pelas perdas para poderem reconstruir suas vidas.  Segundo o Ministério Público de Minas Gerais, os valores indenizatórios serão decididos na Justiça, mas enquanto as ações são julgadas, um acordo foi firmado  com  a  mineradora Samarco em forma de adiantamento para todas as  famílias prejudicadas. Vale ressaltar que muitas vidas se foram nessa trajédia. (Clique na foto).
Fotos:Roberto Franco/ UFMG (18/10/2016)

Nenhum comentário :

Postar um comentário